A Ametista é uma pedra poderosa e protetora, com uma vibração altamente espiritual.

Benéfica para a mente, acalmando-a ou estimulando-a de acordo com a necessidade.

A Ametista facilita o processo de tomada de decisões, trazendo bom senso e idéias do plano espiritual.

Ela equilibra nossos altos e beixos, promovendo o centramento emocional. Ela dissipa a raiva, o medo e a ansiedade e ajuda a suortar a perda, aliviando a tristeza e a dor.

 

A Ametista é a pedra da proteção, espiritualidade, meditação, sabedoria e purificação. Transforma energias negativas em energias positivas. Fortalece a intuição e auxilia na meditação.

 

É útil em processos de emagrecimento e purificação do corpo e reforça o sistema imunológico.

 

O QUE É UM JAPAMALA

O termo Japamala, tem origem no sânscrito e é uma palavra composta, formada por duas outras. Uma delas é o “japa” que nada mais é que o ato murmurar mantras ou nomes de divindades. A outra palavra, “mala”, significa guirlanda, ou cordão.

 

O QUE COMPÕE UM JAPAMALA

108 contas (pedras, cristais ou madeira) que guiarão seu mantra ou respiração

MERU - predra ou conta maior e inicial, que marca o início e o final do ciclo e que não deve ser contado.

TESSEL - pendente decorativo

 

as peças da Galocha Vermelha são executadas em processo meditativo, com amor e as melhores vibrações, e passam por gráficos de radiônica para limpeza e energização das peças.

 

Todas são feitas com muito amor e são únicas.

 

As Pedras são naturais e por isso podem conter imperfeições no formato ou desigualdade nas cores.

 

 

 

COMO USAR UM JAPAMALA

Seu Japamala pode ser usado como artefato de proteção, como colar ou pulseira, 

Também pode ser utilizado para suas meditações ou prática do ho'oponopono.

Já com a postura e a respiração controladas e relaxadas, o meditante segura seu japamala com uma das mãos.

Apoiando-o em seu dedo médio, usa o polegar para puxar cada uma das 108 contas; cada vez que o mantra ou o nome da divindade é mentalizado ou pronunciado, puxa-se uma conta.

O dedo indicador não deve tocar as contas do japamala, pois representa o ego e está associado ao pensamento - e o objetivo da meditação é justamente o de suspender a ação do pensamento.

O meru não deve ser contado como as demais 108 contas, porque é a representação de Brahman, do absoluto, de nosso aspecto eterno e imutável e por isso está fora da roda do samsara, entretanto é o meru que marca o início e o final do ciclo do japamala.

Terminando a passagem pelas 108 contas, caso o praticante queira continuar e fazer mais uma volta, não deve passar por cima do meru; em vez disso, deve virar o cordão e continuar a fazer o japa na direção inversa. 

 

Japamala Ametista 108 contas

REF: Japa014
R$ 139,00Preço

    Galocha Vermelha - por Chrís Trëmtin                                     galochavermelha@gmail.com

    Todos os direitos reservados à Galocha Vermelha

    • Branca Ícone Instagram
    • Branca ícone do YouTube
    • Branco Facebook Ícone
    • Branca Ícone Pinterest